SEPESCA e Meio Ambiente participam de curso sobre Licenciamento
15 de março de 2018
PREFEITURA DE LUÍS CORREIA LANÇA EDITAL DO CONCURSO DE REDAÇÃO EM ALUSÃO AO DIA MUNDIAL DA ÁGUA
23 de março de 2018

Quando buscamos sinais de vida em outros planetas, procuramos por vestígios que apontem a presença de água em sua atmosfera. Essa busca não é à toa, já que a água é tida como fator essencial para abrigar a vida em nosso planeta e, sendo assim, nos demais outros.

Há um motivo para que nosso mundo outrora tenha sido chamado de “planeta água”. Esse é um dos elementos em maior abundância no nosso planeta. Compreende cerca de 71% da superfície da Terra, sendo que 98% desse volume esteja nos oceanos, em estado líquido. A água, no entanto, não se faz presente apenas em rios e mares.

 

A água e os seres vivos

Você sabia que seu corpo é formado por cerca de 70% de água? A partir daqui, é possível ter uma ideia da importância desse líquido para o organismo. Ele é responsável por filtrar o sangue, hidratar a pele, transportar substâncias, atuar no processo digestivo, regular a temperatura do corpo, etc. A água é ainda, o principal componente de nossas células.

Não é só nos seres humanos, no entanto, que essa relação pode ser observada. A melancia por exemplo, é composta, juntamente com o pepino, por 96% de água. As plantas, por sua vez, dependem restritamente da água para se desenvolverem, desde a raiz até as flores e frutos. O reino animal dispõe desse elemento da natureza não só em sua composição. Algumas espécies necessitam de um meio aquoso para se reproduzir, e assim, gerar novos descendentes.

A água no cotidiano

Nós fazemos uso constante da água no dia a dia. Esse recurso hídrico se tornou indispensável, não só para consumo, mas para as mais variadas atividades, tais como: higiene pessoal, limpeza doméstica, etc.

Apesar de sua imensa abundância no planeta, a água não é um recurso a que todos têm acesso. Em regiões do nosso próprio país, nos deparamos com a falta de água que assola os cidadãos e dificulta ao máximo suas vidas.

Falta de água no Nordeste

A escassez de água é um problema social grave que gera miséria e fome em diversas partes do mundo. A região nordeste do Brasil é a mais assombrada por esse fenômeno no país.

Ao contrário do que muitos pensam, não é todo o Nordeste que sofre com as secas. Porém, uma grande parcela do território já entrou em estado de alerta em relação à falta d’água. Os fatores que influenciam nesse problema são principalmente o isolamento de certas regiões e sua localização, tal como os baixos índices pluviométricos durante o ano.

O desmatamento da Zona da Mata também contribui para o aumento da temperatura, e consequentemente, a erosão do solo do sertão nordestino. Um terreno seco e rachado torna-se infértil, impedindo a agropecuária e culminando com a crescente miséria dos que têm de enfrentar essa realidade.

As vezes esquecemos o valor de algo que para nós é tão comum. Esquecemos de quantas pessoas não têm acesso a esse privilégio, e da importância desse recurso para a sustentação da vida.

Autor: Israel Isaac

2 Comentários

  1. Valdeli disse:

    Parabéns pela matéria, só assim para nos conscientizarmos da importância da água na nossa vida e no cotidiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.